• Bruno Bay Gonçalves

Como otimizar o seu programa de Neurofeedback.



O Neurofeedback é uma intervenção eficaz e de ponta para o treinamento de cérebros pico e para uma variedade de distúrbios. Para maximizar os benefícios de participar de um treinamento de Neurofeedback, considere seguir as diretrizes abaixo:


Você deve evitar ou usar com cautela o seguinte:


Álcool e drogas: O álcool é comumente usado por adultos por várias razões, desde sociais até medicinais. Ele afeta negativamente o seu sono. No dia em que você tiver uma sessão de Neurofeedback para realizar, evite qualquer quantidade de álcool. Muitos profissionais aconselham você a interromper completamente o uso de álcool durante o tempo em que você estiver envolvido em um treinamento de Neurofeedback. No entanto, também é aconselhado a limitá-lo ocasionalmente (não todas as noites) e não mais do que uma cerveja ou um copo de vinho por dia e NUNCA antes de ir para a cama. Evite a todo o custo bebidas destiladas.


Drogas recreativas e ilegais: Por razões óbvias, não consuma substâncias ilegais. Álcool, maconha e outras drogas recreativas afetam o sono e a sua atividade das ondas cerebrais. Eles também prejudicarão os benefícios do Neurofeedback. Drogas recreativas, como a maconha, podem retardar o processo do Neurofeedback e sua eficácia em até 50% ou mais.


Neurotoxinas: O aspartame (ou aspartamo) é uma neurotoxina (ou seja, tóxica para o cérebro) encontrada em muitos refrigerantes e alimentos dietéticos. Neurotoxinas são substâncias químicas ou aditivos que podem afetar diretamente o cérebro e o sistema nervoso.


Cosméticos: Parabenos e ftalatos são aditivos para xampus, cosméticos e outros produtos que podem causar câncer.


Higiene: Antitranspirantes compostos à base de alumínio. O alumínio pode criar toxidade por metais pesados.


Alergia e sensibilidade alimentar: Sensibilidades alimentares estão presentes em muitas pessoas e em certos produtos, como milho, xarope de milho, açúcares refinados, nozes, trigo, soja e laticínios são alimentos comuns aos quais essas pessoas possuem sensibilidade. Por exemplo, o glúten geralmente afeta o sistema digestivo de maneiras negativas, por vezes causando inchaço.


Comida: Os alimentos processados são frequentemente carregados com corantes alimentares, conservantes e outros produtos químicos que podem afetar negativamente a sua saúde.


Dietas da moda: Converse com o seu médico ou com um nutricionista antes de iniciar uma nova dieta.


Suplementos: Os suplementos devem ser tomados com cautela e sob a orientação do seu médico, um especialista em dietas registrado ou um especialista em nutrição.


Meio ambiente: Ambientes estressantes criam, mantêm e/ou pioram a ansiedade. Tente evitar situações estressantes no trabalho, escola ou faculdade e também em casa sempre que possível. Trabalhe para encontrar soluções para problemas que minimizem o estresse e a ansiedade. Muitas vezes, as crianças percebem facilmente o estresse e a tensão em casa. Aconselhamentos podem ajudar a moderar tais situações.


Tecnologia: O tempo excessivo com eletrônicos não é recomendado para jovens com TDA e TDAH. Vivemos em uma era de tecnologia. Muitos de nós estão usando o dia todo. A criança média entre 7 e 18 anos passa em média 10 horas por dia usando dispositivos eletrônicos como televisão, rádio, computadores, jogos eletrônicos, telefones celulares, aparelhos de áudio, etc. Para crianças menores de 7 anos, é recomendado que elas não passem mais de 2 horas por dia na frente de uma tela, incluindo computador, TV, jogos, telefones celulares, etc.


Ondas/campos eletromagnéticos: Algumas pessoas são sensíveis aos campos eletromagnéticos e isso pode afetar a sua qualidade de sono. Dentro de alguns casos, pode causar insônia. Alguns exemplos incluem eletrônicos como controles remotos, computadores Wi-Fi, telefones celulares, etc. Se você acredita que é sensível a essas ondas, desligue tudo (desconecte-os da tomada) na sua casa antes de você ir para a cama.


Hoje, mais de mil estudos têm vinculado campos eletromagnéticos à importantes efeitos biológicos e distúrbios de saúde. No entanto, ainda há grande controvérsia sobre a gravidade dos efeitos na saúde e a conclusividade da pesquisa de dados.


Os CEM (campos eletromagnéticos) podem causar problemas de interferência em sistemas eletrônicos e computadores sensíveis e, agora, algumas das pesquisas estão começando a sugerir que o CEM de baixo nível podem de fato influenciar e interferir com processos bioeletromagnéticos sensíveis dentro de nossas células, cérebros e corpos.


Por exemplo, pesquisas sugerem que a nossa glândula pineal pode, de alguma forma, sentir as mudanças diárias do campo magnético natural da terra e usa essas informações para ajudar a regular o nosso ciclo de vigília e sono (ou ciclo circadiano). Estudos indicam que os campos magnéticos artificiais podem suprimir a secreção de melatonina da glândula pineal à noite, que seria o principal hormônio que inicia o ciclo do sono.


O que fazer para melhorar o seu treinamento com Neurofeedback?


Estilo de vida rotineiro: muitos médicos e profissionais da saúde o incentivarão a tentar viver um estilo de vida rotineiro. Um estilo de vida rotineiro significa dormir e acordar nos mesmos horários todos os dias, além de tentar realizar refeições aproximadamente na mesma hora diariamente. Isso é bom tanto para a mente quanto para o corpo. Isso mantém o seu corpo sincronizado com o seu ritmo circadiano.


Também é importante evitar situações que representam estressores conhecidos sempre que possível. Quando situações estressantes são enfrentadas, trabalhe em direção à resolução e tente não ruminar ou “ficar preso” em padrões de pensamentos negativos, destrutivos e improdutivos, assim como em emoções e comportamentos destrutivos. Quando pensamentos e emoções negativas surgirem, você deve sempre conversar com um ajudante profissional.


Normalmente, não é útil manter sentimentos ou ignorá-los. Lembre-se de manter um ambiente de apoio em casa, trabalho e escola/faculdade, bem como um grupo de colegas de apoio. Fale com o seu médico se você precisar de ajuda para encontrar um profissional de aconselhamento respeitável.


Exercícios: é importante se exercitar de 3 a 5 dias por semana. Recomenda-se que as crianças e adultos obtenham o equivalente a 45 minutos de treino cardiovascular por dia. Se você tem um trabalho sedentário (ou seja, “trabalho de mesa”), levante-se e ande sempre que possível. Recomenda-se que pessoas com estilo de vida sedentários tentem caminhar no mínimo 5000 passos por dia.


Sono: A maioria dos brasileiros não dorme o suficiente! Em geral, as crianças precisam de 8 a 10 horas de sono por noite e a maioria dos adultos, incluindo estudantes universitários, precisa de 7 a 9 horas de sono por noite.


Tente praticar uma boa higiene do sono. Um boa higiene do sono inclui usar o quarto essencialmente para dormir. Mantenha uma hora regular para ir dormir. Use apenas iluminação incandescente, pois todas as outras formas de iluminação interna afetam negativamente as capacidades de bio-regulação do cérebro.


Isso se refere a iluminação interna diurna também. Três horas antes de ir dormir, apague todas as luzes do seu meio ambiente. Use o menor número possível de fontes de luz. Tente evitar assistir televisão quando estiver indo dormir.


NÃO use o computador ou qualquer outro dispositivo eletrônico com uma tela (ou seja, iPads, telefones, jogos, livros eletrônicos, etc.) pelo menos uma hora antes de ir dormir.


Embora as lâmpadas fluorescentes e as luzes de LED sejam muito mais eficientes em termos energéticos do que as luzes incandescentes, elas também tendem a produzir mais luz azul. Isso significa a proliferação de dispositivos eletrônicos com telas, além de iluminação com eficiência energética, aumenta a exposição de comprimentos de onda azul, especialmente após o pôr do sol.


Se você precisar usar um computador à noite, recomenda-se a fazer o download do software f.lux (http://justgetflux.com/) no seu computador. É seguro e diminui os níveis de luz azul no seu computador depois que o sol de põe.


Leia um livro ou ouça música suave. Você pode ler antes de ir para a cama (de preferência em algum local da sua casa que não seja o seu quarto de dormir), mas é melhor desligar as luzes e deixar o livro de lado quando se sentir cansado antes de ir dormir.


Pratique respiração profunda para relaxar antes de dormir. Mantenha o quarto escuro sempre que possível. O quarto deve estar escuro desprovido de qualquer luz para que o seu cérebro possa interpretar corretamente os sinais de sono durante a noite.


Quando você acorda de manhã, tente pegar um pouco de luz solar. Também é recomendável que você durma em um quarto ou cômodo no qual a temperatura esteja entre 15-20 graus Celsius.


Dieta: Uma dieta saudável torna o Neurofeedback mais eficaz. Tente minimizar os alimentos processados em casa e fast foods enquanto estiver cumprindo os seus deveres do dia-a-dia. Açúcar branco, adoçantes artificiais, gorduras saturadas, carboidratos simples e excesso de sal em sua dieta devem ser evitados, pois afetam diretamente o cérebro e criam desejos por esses itens.


Os carboidratos refinados devem ser eliminados da dieta da maioria dos indivíduos. Para aqueles que sofrem de alterações de humor ou depressão (para não mencionar hiperatividade ou hipoglicemia), o uso excessivo de adoçantes em geral tem sido implicado como um colaborador.


Tente reduzir ou eliminar o uso de bebidas estimulantes (café e refrigerantes a base de cola/cafeína) e reduza ou elimine o uso de bebidas alcoólicas. Sempre que possível, elimine todos os corantes e alimentos conservantes da dieta.


Recomenda-se eliminar todas as gorduras/óleos hidrogenados, incluindo “óleo de palma” (que é um termo enganoso para um processo de hidrogenação). Não há ciência para apoiar a maioria das dietas da moda. A dieta com mais pesquisas suportadas pela maioria dos profissionais de saúde é a Dieta Mediterrânea.


A Dieta Paleo e a Cetogênica também são dois exemplos que estão recebendo critícas médicas positivas. A Dieta Mediterrânea é uma dieta que apoia a saúde do coração e do cérebro, reduzindo o risco de câncer e uma variedade de doenças inflamatórias.


Uma dieta equilibrada de nozes, legumes, grãos integrais e proteínas de peixe e carne magra é importante. Tente evitar de comer após as 20:00; ou duas horas antes de dormir.


Pratique respiração diafragmática: O uso dessa respiração durante o dia e durante as sessões de Neurofeedback ajudará a potencializar seus benefícios.


“Com que frequência devo praticar respiração diafragmática?”. No início, pratique de 5 a 10 minutos, cerca de 3 a 4 vezes por dia. Aumente gradualmente a quantidade de tempo que você gasta fazendo esse exercício, e talvez até aumentar o esforço do exercício colocando um livro sob o seu abdômen (enquanto deitado).

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo